O leite materno é o principal e mais completo alimento para o bebê, suprindo todas as demandas necessárias para um desenvolvimento saudável. Por isso, o uso da bomba extratora de leite é uma excelente alternativa para mães que nem sempre podem amamentar o filho por longos períodos.

Seja para esvaziar as mamas quando muito cheias, em situações de mamilos invertidos, para a doação de leite ou para a ordenha quando a mulher encerra sua licença-maternidade, a bomba extratora de leite contribui para que o bebê continue com a oferta do leite materno, aumentando suas células de defesa. A seguir, confira como este equipamento pode ajudar na produção de leite para o bebê!

A bomba extratora de leite como auxílio para a produção do leite materno

Atualmente existem diversos modelos de bomba extratora de leite materno no mercado. Entre versões manuais e elétricas, as mães podem adquirir o equipamento e realizar a correta extração. O modelo manual apresenta benefícios como:

  • Valor inferior;
  • Pequena, facilitando seu transporte;
  • Não exige tomada ou pilha;
  • É silenciosa;
  • A mãe é responsável pelo controle de sucção.

Contudo, este modelo apresenta algumas contra-indicações, visto que a bomba manual é um pouco mais lenta e, por isso, demora mais para tirar o leite, além de exigir maior coordenação motora e apresentar leve desconforto.

Já a bomba elétrica, modelo mais indicado para mulheres com mamilo invertido, é conhecida por realizar um processo de extração menos doloroso. Dessa forma, a bomba extratora de leite elétrica é mais fácil de ser utilizada, menos cansativa e também mais rápida. No entanto, tal tecnologia agrega um custo maior, e precisam de pilha ou tomada para funcionar.

Como escolher a melhor bomba extratora de leite

No momento de escolher uma bomba extratora de leite materno, é importante escolher um modelo que atenda à demanda de uso e tenha boa qualidade. Afinal, o equipamento de má qualidade pode prejudicar a mulher e o processo de amamentação. Por isso, confira os principais fatores que devem ser considerados no momento de escolher o modelo ideal.

Peso e tamanho

Apesar de mais rápidas, as bombas elétricas são maiores e mais pesadas por conta do motor de funcionamento. As bombas manuais são mais leves e menores, boas opções para transporte. Entretanto, caso a bomba extratora de leite escolhida seja a elétrica, é importante priorizar opções portáteis.

Tipo de funcionamento

A bomba extratora de leite manual funciona por meio da pressão necessária no mecanismo de sucção do equipamento, realizada pela própria mulher. Entre suas vantagens, estão o fato de serem silenciosas, não precisarem de pilhas ou baterias para funcionar, e serem econômicas.

A bomba extratora de leite elétrica, tem o procedimento de sucção feito pelo motor elétrico do equipamento. Sua principal vantagem é a praticidade e rapidez com que o leite é extraído. Portanto, é importante avaliar o tipo de funcionamento e escolher o que melhor atende às necessidades da mãe.

Modo de Extração

Alguns modelos de bomba extratora possuem um modo de iniciação, onde a frequência da sucção simula a de um neném. É uma frequência com um ritmo intermitente e mais aleatório, fazendo com que o início da extração sirva para aumentar ainda mais a produção de leite materno. Existem estudos sobre a maneira que o neném faz a sucção, e este modo de iniciação simula exatamente isso. 

Qualidade do produto

Um dos critérios mais importantes para se avaliar é a qualidade da bomba extratora de leite. Um modelo de qualidade inferior pode ser prejudicial para a saúde da mãe, podendo causar ou piorar fissuras nos seios e até provocar lesões mais profundas, assim como dor e desconforto.

No momento de escolher, é importante investir em um produto de qualidade. Além de garantir conforto, a bomba extratora de boa qualidade é a mais eficaz na extração do leite materno.

Tempo de funcionamento

É importante avaliar o modelo também conforme o tempo que cada um se dispõe para a extração do leite. Caso a mãe tenha uma rotina agitada, trabalhe fora ou exerça muitas atividades durante o dia, o tempo para o aleitamento manterno é menor.

Em casos como esse, é importante otimizar o tempo escolhendo uma bomba extratora mais veloz. Assim, a mãe terá mais tempo para curtir o bebê e realizar suas atividades diárias.

A bomba extratora de leite materno é uma ótima aliada das mães para diversas situações, facilitando a alimentação da criança durante o retorno às atividades, internações, ou mesmo em meio a problemas causados nos seios, evitando a piora dos quadros.

Gostou destas informações? Então, siga nossas redes sociais para ficar por dentro das novidades. Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn!

COMPARTILHE: